quinta-feira, julho 02, 2009

HOMOFOBIA - ASSASSINOS DE EDSON NERI ESTÃO SOLTOS





Edson Neri da Silva ( primeira foto), foi assassinado por um grupo de skinheads ( foto acima ) na praça da República, em 06 de fevereiro de 2000, por estar andando de mãos dadas com um outro homem.Os assassinos estão todos soltos.

Histórico

Rapaz é condenado a 3 anos e 4 meses em prisão domiciliar pela morte de homossexual


O 1º Tribunal do Júri do Fórum da Barra Funda condenou ontem a 3 anos e 4 meses em regime de prisão domiciliar o skinhead Jorge Conceição Soler, de 21 anos, acusado de participar do assassinato do adestrador de cães Edson Neri da Silva, 35, em 6 de fevereiro de 2000. Soler foi sentenciado por 7 votos a 0 por crimes de formação de quadrilha e tentativa de homicídio do companheiro de Silva, Dário Pereira Neto. A pena, no entanto, será de 1 ano e 8 meses, em prisão domiciliar, pois o réu çolaborou com a policia e já estava preso.

Desde o inquérito, Soler foi o único entre os 18 acusados a confessar a participação no caso. Ele admitiu ter agredido Neris, mas negou a agressão a Silva. Ontem, ele reafirmou o que havia dito à polícia. Segundo Soler, havia cerca de 30 pessoas, integrantes de grupos de carecas, na Praça da República, onde ocorreu o crime. Eles caminhavam pelo local quando um canteiro obrigou o bando a dividir-se em duas turmas. Em seguida, encontraram Neto e Silva, passeando de mãos dadas. De acordo com o réu, cada grupo correu para cima de um. Os skinheads discriminam os homossexuais. Neto conseguiu fugir após as agressões. Silva foi morto a socos e pontapés.

Soler repetiu os nomes das pessoas que participaram do espancamento. Contou que pelo menos dez pessoas do grupo agrediram Silva. Depois, cinco continuaram dando socos e pontapés até que não esboçasse nenhuma reação.

Ao juiz, Soler enfatizou a participação dos carecas Juliano Filipini, de 29 anos, e José Nilson Pereira Silva, de 28. Eles teriam sido dois dos cinco que agrediram Silva até a morte. O julgamento do quarto skinheads durou cinco horas. "Para mim, parecia uma eternidade", disse a mãe de Soler, Neusa. O pai, Roberto Soler, disse, porém, que a preocupação não acabou. Ele teme que o filho sofra represálias por parte do grupo delatado. "Já saímos de nossa casa e decidimos mudar para o interior. "O próprio Soler admite ter medo. "Já recebi ameaças, mas não podia ficar calado."

O promotor Marcelo Camargo Milani, apesar de concordar com as condenações, disse que vai avaliar o prazo de reclusão oferecido pelo juiz Luís Fernando Camargo de Barros Vidal. Ele tem cinco dias para recorrer da decisão. Compreensão - Entre o público que assistiu ao julgamento estavam a irmã do adestrador Benedita Silva e sua sobrinha Viviane Eusébio. "Esse rapaz foi muito corajoso. Sem ele, seria mais um crime impune", disse Benedita. Para Viviane, aos poucos a justiça está sendo feita. "Quero ver todos condenados." Até hoje, dois skinheads - Filipini e Pereira Silva - foram condenados a 21 anos de prisão. O terceiro julgado, Marcelo Pereira Martins, de 21 anos, foi absolvido da acusação do assassinato, mas culpado por formação de quadrilha e recebeu liberdade provisória. Em setembro, outros integrantes do grupo deverão ir a julgamento.

5 comentários:

Stray K disse...

E se eu te disser que um desses caras ainda anda pelas ruas de SP livremente, como se nada tivesse acontecido? Você acreditaria? Pois é. Um tal de Onilmar. Muita impunidade.

Anônimo disse...

Negros neonazistas são o cúmulo... Se Hitler visse vários desses ai, seriam mortos no mesmo instante...

libriano43 disse...

Conheci o edson neris , quando pequeno eramos internos , era um menino de uma idole , fora do comum , muito educado , e muito amigo , imagino o tanto q tenha sofrido na mão desses covardes , Edson fique em Paz sei q DEUS , sabe o tanto q vc era humano

Alberto disse...

O Marcelo Pereira Martins, é meu vizinho, hoje em dia é professor de história, tem uma esposa e uma filha e é uma boa pessoa, as pessoas podem mudar sim!

ruivão disse...

então enquanto o outro esta casado e tem uma filha uma mãe até hj sente a morte do filho pelo amor de deus esse cara é do tipo q tinha q fazer o mesmo com ele tipo jogos mortais e tem gente q ainda acredita!!!